13 de fevereiro de 2010

25 músicas para o São Valentim...

O mau desempenho dos portugueses é clássico, crónico, vem nas crónicas e nos anais históricos. Fazer contas não é connosco, pelo que preferimos deitar contas à vida. A crise e o desemprego, os maus índices de desenvolvimento económico estão aí para o provar. Porém, se há matéria em que o nosso desempenho não se deixará envergonhar será nos domínios do amor. Há uns tempos, uma campanha publicitária dizia-nos que as mulheres portuguesas estão hoje mais bonitas. Nos ginásios, é vê-los a eles, entre levantamentos e abdominais, dorsais e trejeitos tais, frente aos espelhos admirando-se quais candidatos a Adónis ou Hércules. A beleza e o amor estão na ordem do dia dos portugueses. Ao navegar é preciso dir-se-á hoje, com maior propriedade, namorar é preciso. Inspirado na personagem criada por Nick Hornby e interpretada por John Cusack em “Alta Fidelidade” – Rob Gordon, o dono de uma pequena loja de discos com o viciante passatempo de fazer tops 5 musicais –, decidi criar cinco bandas-sonoras para cinco ocasiões especiais no Dia dos Namorados. Confira, deixe-se inspirar, ponha o som bem alto e... namore!

Canções de Engate
Top para aqueles que aspiram ao amor eterno, leia-se sonhadores. Atenção, tal como as boas canções, nem sempre uma paixão se revela “à primeira”.

Carly Simon - Nobody Does It Better
Only if with butter... Três minutos e meio de pura entrega. Nem o 007 resistiu...Rod Stewart - Do you think I'm sexy?Evite a pergunta. Como cantava o outro, I’m to sexy for my body... Deixe a criatividade do seu parceiro(a) voar!

António Variações - Canção do Engate
Obrigatória. O que é nacional é bom. Embora “engate” cheire a Zezé e as coisas devem ter um pouco mais de sofisticação.

Mazzy Star – Fade Into You
A voz de Hope Sandoval é sentimento quase devocional. Se não conseguir à primeira tentativa, não perca a esperança, peça ajuda à Hope...

Massive Attack – Angel
Beat sensual que se desnuda lentamente. E deixe-se cair, como os anjos...


Canções de Romance
Vista o papel de dominador(a) e seduza… Onde e quando menos ele(a) esperar. Prepare o ambiente para não estragar o momento! Sease the day, sease the moment. Porque o size nem sempre conta…

Peggie Lee – Fever
Se a temperatura aumentar não faça uso do termómetro. Se não aumentar, tente aumentar o volume do som. A loira mais negra do jazz é presença incontornável e pode ajudar.

Chris Isaack - Wicked Game
Palavras sensuais e plenas de significado. De apelo imediato. Se o apelo não vier, ponha a passar o teledisco; lembra-se daquela modelo desconcertante? Vai ver que ajuda!

Fugees - Killing me Softly
Não seja a lebre da fábula de Jean de La Fontaine. Em nome da flexibilidade e paciência. Mas atenção, vá com calma, por partes, como diria Jack, the Ripper...

Marvin Gaye – Sexual Healing
Noites escaldantes não são só nome de filme. Ouça Marvin e ponha-se na pele de um Merlin, ou seja, invente, faça magia, clássicos só nos filmes...

Portishead - Only You
Isso, faça com que o seu parceiro(a) se sinta único(a). Se forem mais de dois, ouça a música duas e mais vezes!


Canções para Memória Futura
Não faça da cama um divã de analista. Nada de recordar amores passados! Um pouco de fantasia nunca fez mal a ninguém, já para não falar na quantidade de calorias que se despacha!

Depeche Mode – In Your Room
Nunca um daqueles avisos que se encontram nos quartos do hotel, do not disturb, fez tanto sentido. Mas se não for no quarto, tanto melhor; variar de paisagens costuma ajudar.

Serge Gainsbourg - Je t'aime mois non plus
Clássico transversal que atravessa gerações e paredes. De outra forma, suba paredes se lhe apetecer!

Samantha Fox - Touch Me
Mande às urtigas o fitness e os maus hábitos alimentares. Convide o seu parceiro(a) para um duche retemperador, ou meta-se na piscina como fez a Samantha.

Nine Inch Nails – Closer
Não tem tempo para praticar desporto? Talvez esteja na hora de voltar a escutar Trent Reznor. Mas, por favor, não se feche no armário.

Massive Attack – Protection
O bom senso está no título. Proteja-se, sobretudo se a relação for tão fulminante quanto um ataque massivo.Canções de AcordarAmores possíveis, impossíveis, correspondidos, ignorados, proibidos, eternos, fugazes… O que fica depois do dia de São Valentim.

The Beatles - PS I Love You
Dispense-se o PS. Nada de partidarismos em questões de amor. E lembre-se, ir é sempre melhor do que enviar mensagem. Faça-se mensageiro.

Jeff Buckley – Lover, You Should’ve Come Over
Uma daquelas canções em que a força emocional das palavras combina na perfeição com o suspense do dia seguinte.

Nick Cave e Kylie Minogue – Where The Wild Roses Grow
Um tríptico de aproximação, sedução e distanciamento. Sabiamente subversivo, envolto em sugestões eróticas. O que não é difícil com a menina Kylie...

Magnetic Fields – All My Little Words
Acto de imaginação em que abunda o amor subtil, por vezes corrosivo e sarcástico. Sim, um poema ainda pode ajudar à sedução.RadioHead – High & DrySem enfeites nem disfarces. O café da manhã preguiçoso e prolongado.


Canções de Separação
Tal como nos filmes depois do beijo vem o advogado. Previna-se com o habitual “kit ajuda sentimental” e lembre-se, para o ano há outro Dia dos Namorados.

Damian Rice - The Blowers Daughter
Tragédia do amor, de ciúme, desejo e traição. Aos pares só os sapatos.

Joy Division - Love will tear us apart
Ideal para separações em tons de cinzento. Mas ao menos fique com o apartamento...

Gun's and Roses - I used to love her
Para usar e deitar fora. Nalgumas relações, reciclar é preciso. Sam Brown – StopA dor de corno mainstream. É bom saber parar a tempo. É mau parar no tempo.

Pet Shop Boys – Rent
Canção de dois sentidos. Pode vir a ser utilizada após a aprovação do diploma sobre casamento entre pessoas do mesmo sexo.

fonte: www.ionline.pt

0 comentários:

Ocorreu um erro neste dispositivo
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Para o topo da página