4 de maio de 2012

Novos pneus e jantes "Tweel"...


Começaram por ser testados em viaturas militares, mas a Michelin já está a desenvolver um modelo de pneus sem ar e estima colocá-los no mercado já em agosto. 

Para os Açores, o concessionário da fábrica de pneus, disse já conhecer o modelo, mas sublinhou que ainda está em estudo, não se prevendo ainda uma data de chegada à Europa.

Os "Tweel" foram apresentados pela primeira vez em 2005, numa feira em Filadélfia. 

O nome resulta da combinação das palavras pneu (tire) e roda (wheel), porque o "Tweel" não usa a câmara de ar tradicional, que é substituída por uma câmara sólida, montada no eixo, sendo depois cercada por raios de ploriuretano, dispostas num padrão de cunhas. 
   
A tensão da banda de cisalhamento sobre os raios e a força dos próprios raios substituem a pressão de ar de um pneu convencional. 
   
Esta chamada "nova geração de pneus" está a ser desenvolvida numa fábrica na Carolina do Sul, nos Estados Unidos da América. O "Tweel" assemelha-se a uma espécie de grande roda de bicicleta futurista, causando alguma curiosidade aos condutores para saber como o pneu se comporta na estrada.
   
Este novo modelo de pneus sem ar já foi testado num automóvel Audi A4 e, a Michelin ficou satisfeita com o resultado.
   
São inúmeras as vantagens apontadas aos pneus sem ar, a começar pela segurança, uma vez que se acabam os furos nos pneus.
 
Os "Tweel" podem ser concebidos para terem força lateral elevada, o que permite um melhor manuseamento, sem perda de conforto, uma vez que a conceção dos raios permite uma rigidez vertical e lateral para ser sintonizado de modo independente.
   
Os padrões da banda de rodagem podem incorporar furos, eliminando a possibilidade de aquaplanagem.
   
A Michelin alega ainda que os pneus sem ar terão uma duração duas ou três vezes superior aos atuais e que um impacto do ambiente menor, uma vez que apenas o piso em torno da circunferência seriam eliminados quando usado em oposição a um pneu todo.
   

No entanto, o novo modelo tem também algumas desvantagens. A partir dos 80 km vibra consideravelmente, dando origem a um ruído indesejável e calor.

A Michelin anuncia a sua chegada ao mercado em agosto, mas por cá ainda não se sabe quando está prevista a chegada dos "Tweel", os primeiros pneus sem ar.

0 comentários:

Ocorreu um erro neste dispositivo
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Para o topo da página